Arquivo | Cult para Leigos RSS feed for this section

Cult para Leigos

16 abr


Joy Division

Banda pós-punk, formada em 1976, na Inglaterra, mas logo em 1980, a banda chegou ao seu fim, devido ao suicídio do vocalista Ian Curtis. A banda contava também com Bernard Sumner (guitarrista e tecladista), Peter Hook (baixista e vocalista) e Sthefen Morris (baterista e percussionista), que após o termino da banda, os três integrantes restantes formaram a New Order.

Unknow Pleasures (1º album): A capa foi feita por Peter Salville e Chris Mathan, mas Bernard Sumner foi quem deu a ideia pra essa capa, que é a morte de uma estrela captada por um medidor de pulso.

Ian Curtis:  Na noite que Ian cometeu suicídio, ele assistiu um dos seus filmes preferidos, Stroszek, enquanto ouvia Weeping e conversou com um amigo por telefone momentos antes de se enforcar, mais tarde, ele se enforcou na sua cozinha, ouvindo The Idiot, primeiro album do cantor Iggy Pop. Dizem que ele simplesmente desejou morrer jovem, mas Ian já era teve uma adolescência conturbada, com pensamentos e ideologias de contra-cultura, uma mente já farta do mundo a sua volta. Suas cinzas foram enterradas em Macclesfield e na lápide foi escrito “Lover Will Tear Us Apart”. E em 2008, a polícia anunciou que sua lápide foi roubada do cemitério, investigaram mas não tiverem sucesso já que o cemitério não possui câmera. Então, a lápide ainda esta por aí, com algum fã louco de Joy Division.

Anúncios

Cult para Leigos

31 mar

1º Festival de Cinema em Blumenau

Estava eu,  no Facebook, quando digito a palavra “cinema” em busca de algo legal relacionado a isso, pra curtir, quando vejo “1º festival de cinema em Blumenau”, quase tive um ataque do coração umas mil vezes, ainda não consigo expressar minha felicidade. Bom, eu quero fazer Cinema, então essa foi a melhor notícia do ano, até agora, pra mim. Mas vamos falar do festival, vai rolar no Teatro Carlos Gomes, do dia 22 ao dia 27 de abril. Pra mais informação a respeito, é só entrar no site, e dar um curtir na página do Facebook.

Site: http://www.festivaldeblumenau.com.br

Facebook: http://www.facebook.com/events/195008603945766/

Cult para Leigos

26 mar

Foster The People

Banda de indie rock de Los Angeles, Califórnia. Composta por, Mark Foster (teclado, guitarra e vocal), Mark Pontius (bateria) e Cubbie Fink (baixo e vocal de apoio). Eles ficaram bastante conhecidos pela sua música Pumped Up Kicks, que fez muito sucesso aqui, em 2011 e logo depois do sucesso com a música, lançaram o primeiro álbum, Torches. Ritmo dançante e viciante, Foster the People está conquistando seu lugar no mundo indie. Não vou postar Pumped Up Kicks pois todo mundo já conhece, fiquem com Helena Beat.

Cult para Leigos

23 mar

Nacional também é filme

Podecrer: Lembro que vi esse filme depois do Programa do Jô. Toda segunda passava algum filme nacional, não sei mais se ainda é assim…enfim, é basicamente um daqueles filmes indies britânicos, com a diferença de que é brasileiro. Filme de 2007, dirigido por Arthur Fontes, e  baseado no livro, escrito por Marcelo Dantas. O filme se passa no Rio de Janeiro, na década de 80, é simplesmente épico demais. É um grupo de amigos que estão no último ano do colégio que vão pra festas, fazem besteira no colégio, o básico de sempre. E é claro que tem o casal principal, que nada mais é que Maria Flor e Dudu Azevedo, um casal super fofo dos anos 80. Acho que esse é meu filme nacional preferido, descobri agora.

 

Apenas o Fim: Não tem nada de muito mágico em termos de paisagem e fotos. É um filme bem simples, foi feito por estudantes da PUC, do Rio. Com uma história de amor bem diferente, bem realista, digamos assim. Meio que 500 Days of Summer brasileiro. Bom, toca Marcelo Camelo, eles falam do show do Strokes, de video games, e brinquedos, tem como não ser bom? Tom (Gregório Duvivier), o namorado nerd, apaixonado por Adriana (Erika Mader), uma louca que quer fugir pelo mundo.

 

 

Cult para Leigos

19 mar

Those Dancing Days: Banda de indie pop, composta por cinco meninas suecas, Linnea Jonsson (Vocal), Rebecka Roifart (Guitarra), Cissi Edraimsson (Bateria), Lisa Pyk (Synth/Teclado) e Mimmi Evrell (Baixo). A banda se formou em 2005, enquanto elas ainda estavam no colegial. Lançaram o primeiro Ep em 2007, mas logo em 2008 já lançaram o primeiro álbum, In Our Space Hero Suits, e o segundo e último, por enquanto, Daydreams and Nightmares, de 2011.  As meninas são bastante comparadas com aqueles grupos femininos dos anos 60 de soul.

Cult para Leigos

17 mar

Velhos não, Clássicos

Então, vamos fazer jus ao nome da coluna;

Pulp Fiction: É um filme de 94, escrito e dirigido por Quentin Tarantino. Ele fala sobre três histórias diferentes. Uma é sobre dois assassinos profissionais (John Travolta e Samuel L. Jackson), o gângster para quem os dois trabalham, e sua esposa (Uma Thurman), que diga-se de passagem, é meu personagem favorito. Um lutador de boxe (Bruce Willis) que é pago para perder uma luta e um casal de assaltantes (Tim Roth e Amanda Plummer). A trama se desenvolve do começo pro final, eu gosto muito de filmes assim, faz você prestar mais atenção, logo, você entende o filme com mais facilidade. Como vocês puderam perceber (ou não) tem muito ator bom, excelentes, na verdade. Vale a pena ver.


A Clockwork Orange:
Filme britânico de 71, dirigido por Stanley Kubrick, é uma adaptação, do livro, escrito por Anthony Burgess em 62. Alex (Malcolm McDowell) é o líder de uma gangue de amigos (os drugs), que gostam de fazer e ver a desgraça alheia. Jovens, rebeldes e sem a menor preocupação com as consequências, eles saem noite a fora a procura de novas vítimas. Até que um dia, Alex é pego e sofre um rigoroso método, com o intuito de fazer com que ele pare de agir assim. Mas isso trás muita reviravolta na sua vida, que vocês vão saber, se assistirem o filme, e quem já viu, veja de novo, porque é muito bom.

Trainspotting: É um filme baseado no livro, escrito por Irvine Welsh, dirigido por Danny Boyle em 96. Fiquei sabendo da existencia dele, graças a Dona Rejane Raduenz, que me indicou ele essa semana. E pesquisando por ai, pra baixar, soube que é um clássico e já coloquei ele aqui na listinha. Ele mostra um pouco da realidade do mundo das drogas, da juventude, o que você vai ser da vida, e o que você quer da vida, faz pensar bastante. Na época que foi lançado, esse filme deu muito pano pra manga, pois ele mostra um grupo de amigos injetando heroína, eles descrevem exatamente qual a sensação que a droga faz com o seu corpo, o bem estar e etc, mas também mostra os efeitos colaterais, o quão difícil é parar. E é muito legal esse enredo de adolescentes sem causa da década de 90.

Donnie Darko: Por fim, mas não menos importante, Donnie Darko, eita que demorei pra conseguir a achar um link legendado dele, mas valeu a espera. Filme de 2001, escrito e dirigido por Richard Kelly, ele se passa no fim da década de 80. Donnie (Jake Gyllenhaal), é considerado um garoto problemático pela sociedade, e numa certa noite, ele é acordado por um coelho gigante que salva sua vida pois, um motor de avião cai exatamente na cama dele naquela noite, o coelho gigante ainda diz que o mundo vai acabar em poucos dias. Bom, já deu pra perceber que não é qualquer filme, coelho gigante, fim do mundo, motor de avião…É uma pira sobre tempo e espaço, viagem no tempo, tem que prestar muita atenção mesmo, pra realmente entende-lo, e rever, pois tem coisas você só vai perceber se ver mais de uma vez. Eu super indico mesmo, o final é surpreendente.

É claro que tem muitos outros, e que com certeza vou postar aqui com o passar do tempo, vou deixar o link por onde baixo meus filmes, que vem com a legenda certinha, áudio e etc.. http://www.omelhordatelona.biz/

Esmalte da Semana

14 mar

Ando meio atrasada com meus esmaltes, deixando as unhas de lado, tadinhas.
Maaas essa semana vim pra recompensar.

Se tem uma coisa que eu gosto, é de esmate com cor bem chamativa, antes mesmo daquela explosão neon (quem usou aquelas regatas pinks que se recorde) eu já era apaixonada pelo meu Pink da Big Universo. E volta e meia lê-se verões o neon tá por aí.

Então, esse esmalte é uma misturinha, do Verde limão fluorescente da La Pogee com umas gotinhas do Laranja Cítrico da Colorama e o Pétala Branca também Colorama.

Na foto a cor tá meio apagadona, não deu tempo de fotografar na luz, mas amarelo por amarelo já chama a atenção né?!

Cult para Leigos

12 mar

BOY

Sabe quando você tem alguém que sempre te passa músicas boas?  Tenho uma amiga assim, e apesar dos encontros e desencontros da vida, o nosso gosto por música nunca mudou. E por essa amiga que conheci a dupla BOY, duas meninas, Sonja Glass  e Valeska Steiner, que fazem um som indie, estilo palminhas-e-pianinhos muito bom de ouvir. Se quiserem saber mais, dá uma conferida no site: http://www.listentoboy.com/

Cult para Leigos

9 mar

Anonymous (Anônimo)

“Ser ou não ser, eis a questão” Hamlet, William Shakespeare. Será? De acordo c0m o filme Anonymous, as peças, sonetos, poemas e afins, que levam o nome de William Shakespeare, eram na verdade, de Edward de Vere (Rhys Ifans), Conde de Oxford, que por essa razão, seus poemas não podiam levar seu nome, já que naquela época, fazer arte era um desrespeito. Edward tinha um nome a zelar, mas era um convicto romancista, que adorava escrever, mais que tudo, dizia ele que, vinham vozes a sua cabeça, e ele era obrigado a despejar aquilo tudo em folhas e mais folhas de papel. Já William (Rafe Spall), era um atorzinho analfabeto, que ia pro palco encharcado de cerveja. O filme não conta só a história da fraude de Shakespeare, mas sim de tudo o que rolou na época, do caso que a Rainha Elizabeth (Vanessa Redgrave) teve com Edward, do seu filho bastardo, da ganancia pelo poder, de como o teatro era visto pelos poderosos preconceituosos, e etc. E pelo o que eu entendi, o famoso romance de Romeu e Julieta, era na real, a história de amor de Edward e Elizabeth. O amor deles era tão impossível quanto o de Romeu e Julieta, por motivos diferentes, que se vocês assistirem, vão saber. Quem gosta de histórias controversas, vai gostar muito desse filme.

Trailer:

Cult para Leigos

5 mar

Tava aqui pensando em uma banda boa pra essa segunda feira, e passando pela minha vasta lista de bandas/cantores, vejo Rogue Wave, que eu conheci vendo o filme, “Love Happens’, numa cena que o casal principal (Aaron Eckhart e Jennifer Aniston), assistem o show deles de uma forma bem…diferente. Sempre descubro bandas novas vendo a trilha sonora de filmes, seriados, e etc. Mas voltando ao Rogue Wave, eles fazem aquele típico som de fim de episódio de seriado, que um dos personagens fica ao fundo falado da lição de vida que aprendeu. Seriados como, The O.C, One Tree Hill, Scrubs, Chuck, entre outros… E eu gosto muito de fins assim, são meus preferidos.

Publish My Love toca em um dos episódios de O.C, e resolvi postar essa música, pois foi um dos primeiros seriados que comecei a assistir, por isso tenho um amor especial por ela e pelo seriado. Lembro que via no sbt aos sábados de manhã e dublado ainda, na época eu nem sabia quem cantava, nem nada..